quarta-feira, 14 de janeiro de 2009

"EDITAM-SE LIVROS DE MAIS?"

"Editam-se livros de mais? Acho que sim, pelo menos para os livreiros, editores, autores e distribuidores. Não tenho a certeza em relação ao público em geral, porque esse ganha, à primeira vista, com a diversidade. A humanidade escreve muito mais livros do que consegue ler, isso é uma evidência. Edita-se um milhão de livros por ano e ficam dois ou três por editar, quer isso dizer que se escrevem dois a três milhões de livros por ano. Se um ser humano pudesse dedicar toda a sua vida apenas a ler, conseguindo, suponhamos, ler quatro livros por semana, 200 por ano, dez mil em meio século - seria igual a nada, tendo em conta os milhões e milhões de livros existentes em todo o mundo"

- ler O post de Jaime Bulhosa aqui, no Blogue da Pó dos Livros.

2 comentários:

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...

apeteçe divagar sobre este tema
editar o que não presta e editar os autores "feitos" que já não escrevem , mas sim vomitam palavras a metro
como é o caso das multiplas ediçoes deste ultimo natal...

basta,basta,basta

o livro é um bem cultural
tambem deve dar para ganhar dinheiro
mas os editores estao mais preocupados em comprar e vender as editoras do que selecionar o que de bom há para editar


como é o caso dos grandes grupos economicos (sinceramente, não sei de onde vem tanto dinheiro)
sera necessidade de transformar tudo na cor de fundo deste espaço onde escrevo??